sexta-feira, 11 de agosto de 2017

EMPRESAS ENVOLVIDAS EM NAUFRÁGIO DE REBOCADOR SÃO CHAMADAS A PRESTAR ESCLARECIMENTOS AO CORPO DE BOMBEIROS



Representantes da Bertolini e da Mercosul Line reuniram com a coordenação do Corpo de Bombeiros para dar informações sobre vários pontos que integram as investigações.
Em reunião realizada nesta quinta-feira (10) na sala de situação da Defesa Civil, instalada na sede do 4ª Regional de Defesa Civil do Baixo Amazonas, em Santarém, oeste do Pará, a coordenação do Corpo de Bombeiros Militar cobrou informações às empresas Transportes Bertolini Ltda e Mercosul Line, proprietárias, respectivamente, do rebocador CXX e do Navio Mercante “Mercosul Santos”, que colidiram na madrugada do último dia 2, em um trecho do rio Amazonas às proximidades da cidade de Óbidos.
O CBM/Defesa Civil questionou os representantes das duas empresas sobre as definições de buscas aos desaparecidos e o trabalho de reflutuação do rebocador, localizado a 63 metros de profundidade. Foram solicitados também esclarecimentos quanto ao atendimento dos familiares das vítimas. Nove pessoas, todos tripulantes do empurrador, continuam desaparecida. A suspeita é que os corpos possam estar presos nos compartimentos do CXX.

Fonte/Foto: G1, com colaboração de Sérgio Chêne/Divulgação SEGUP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente:

 

Blogroll

About